24.7.09

O Casamento do Príncipe Lourenço

Certa vez o Príncipe Lourenço, após derrotar os inimigos e conquistar meio mundo, sentiu um grande vazio interior e resolveu consultar seu grande conselheiro Maquiavel, que após obter grande sucesso com palestras motivacionais e consultorias agora aproveitava todas as maravilhas que o dinheiro podia comprar e dedicava-se apenas ao desenvolvimento de jogos pedagógicos para crianças até 3 anos.

- Mestre Maquiavel - disse o príncipe - Depois de todas as conquistas, às quais agradeço-lhe muito, sinto que devo enfrentar um desafio maior e, para tanto, desejo casar-me, mas não encontrei referências em tua grandiosa obra... Tens algum conselho para esta feita?

- Poderia sugerir-lhe tomar como esposa alguma princesa de um dos reinos por ti conquistados, meu jovem Lourenço, mas isso poderia acarretar algum desentendimento com os outros reinos. Para prevenir tal infortúnio, tu terias que refazer o fichamento e estudar novamente meu livro "O Príncipe". Assim sendo sugiro que escolha alguma plebéia deste mesmo reino.

- Mestre Maquiavel, continua com o mesmo brilhantismo de quando o conheci anos atrás, mas como saberei reconhecer a mulher apropriada?

- Caríssimo Lourenço, é muito simples, tudo o que tens a fazer é mandar encher 3 sacos com arroz e esconder um diamante em cada um. Entregue cada saco a uma moça que lhe agrade e peça que lhe prepare um almoço. Depois venha a mim que eu o ajudarei a decidir.

Assim fez o Príncipe Lourenço, distribuiu os sacos de arroz, almoçou cada dia na casa de uma das moças e no quarto dia voltou a ter com o conselheiro.

- Mestre Maquiavel, fiz como me sugeriu e por resultado a primeira moça preparou o almoço, mas nada falou sobre o diamante.

- Pois então assim vemos que esta é uma moça muito egoísta. Não vai reconhecer a tua generosidade e nem ocupar-se do teu bem estar... Como foi com a segunda?

- Ah mestre, foi diferente, ela recebeu-me muito bem e feliz foi logo dizendo-me que encontrou o diamante e mostrou-me o anel que havia mandado fazer com ele.

- Pois então assim vemos que esta é uma moça muito vaidosa. Vai exigir cada vez mais de ti para inflar o orgulho próprio e vai querer aparecer mais do que ti.... Como foi com a terceira?

- Surpreendente, mestre, quando cheguei havia um grande banquete com arroz, carnes, legumes e um ótimo vinho. Perguntei como havia conseguido tudo aquilo, fingindo ignorar a pedra. Ela explicou que o havia encontrado e penhorado, com o dinheiro comprou tudo e depois cobrou uma moeda de ouro das outras moças da vila para ensinar a preparar as receitas. Com o dinheiro ainda recuperou o diamante.

- Pois então assim vemos que esta é uma moça muito ambiciosa. Terá que ficar de olhos abertos com ela, e se pois um dia resolver separar-se, esta levará até tuas calças.

- Mas mesrte, eu não entendo... fizemos tudo isso para nada???

- Meu jovem Lourenço, se quiser uma mulher perfeita compre uma Barbie... Agora que conhecemos o caráter das três e sabes com o que terá de enfrentar é muito simples: escolha a mais gostosa!

2 comentários:

Игорь disse...

Huuauauauauauaauaaa


Hilário !!!! Ficou ótimo

"escolha a mais gostosa "


abraços

Alessa disse...

Oi adorei seu blog, bem interessante, eu tentando imaginar qual seria a mais decente para o rapaz, e a resposta é uma dessa...kkkk muito bom...passando para desejar um excelente fim de semana.
Bjo

http://lagrimas-doem.blogspot.com/