26.9.07

As oito amantes de Einstein

Outro dia eu estava conversando com o Arnold. Não sei por que cargas d´água o assunto chegou em Einstein e ele me disse (o Arnold, não o Einstein):

- Eu li a biografia dele, sabia que Einstein tinha oito amantes?

Eu também li uma biografia dele que não falava nada de amantes, mas como o Arnold é um cara super inteligente, nunca me passou pela cabeça questionar suas fontes, então apenas completei:


- Poxa! sou cada vez mais fã dele. Isso eu não sabia, mas li que em suas palestras, as vezes ele parava de falar, ficava por até cinco minutos observando um ponto fixo no horizonte e depois voltava a falar como se nada tivesse acontecido.

- Isso mesmo! Faz sentido - disse o Arnold - Einstein parava a palestra para pensar numa maneira de pagar a conta das oito amantes no mês.

E eu continuei:

- Depois de completar os cálculos, Einstein voltava ao assunto da palestra.

Arnold fixou seus olhos num ponto distante como se estivesse colocando-se no lugar de Einstein e disse:

- Não, ele ficava cinco minutos pensando numa forma de pagar as contas de oito amantes e, no fim, pensava com ele mesmo: "Ah, foda-se!" e continuava a palestra.

Nenhum comentário: